Não tercerize a sua crise

 


Quem já passou por uma CRISE, sabe como as pessoas ficam em estado de torpor mental, com falta de energia e falta de lucidez, mas apesar dos pesares, o importante é não terceirizar seus problemas ou tentar fugir deles ou enterrar num buraco.


Para sair da CRISE, temos que ser analítico; realista e criativo, mas acima de tudo, ter a consciência e confiança, sabendo que só você é o único responsável pelas soluções, e para solucioná-la, devemos saber que há sempre um tempo para vencer cada ponto focado e acima de tudo saber respeitar esse tempo, e nunca abandonar o planejamento definido.


Ser analítico, realista e criativo é fundamental para trazer à consciência da verdadeira resposta que você precisa para solucionar o caos emocional. Vale lembrar que nem sempre a melhor saída é aquela que desejamos, por mais que a julguemos como ideal. Ficar preso a esta insistênciaatrapalha, porque somente a resposta verdadeira é capaz de por um ponto final na crise.


A Crise também tem um lado bom, pois lhe dará a oportunidade de buscar coisas novas, e ao levantar-se terá a possiblidade de seguir por novos caminhos e que lhe proporcionar a satisfação de receber com prazer os momentos inéditos, mas se você não tem como amenizar suas CRISES, a melhor saída, será optar por um plano simples e funcional, e que seja totalmente gerenciável, só assim, conhecerá uma nova versão do que há de melhor em você mesmo, com o foco no seu mundo real, pois os choros e as fugas não vão resolver os seus problemas, apenas adiará a solução.


O certo é levantar a cabeça e parar de lamentar, porque só você tem o poder de sair do fundo do poço que entrou, e este tem a boca para cima, e ao assumir a sua fraqueza, só lhe resta inverter o seu rumo, subir e subir, deixando de lado seu orgulho e levantar as mãos aos céus, pois lá em cima, sempre haverá alguém querendo te ajudar.


A vida pulsa e a emoção de estar vivo é entender que cada dia vem com novas etapas, e a cada dia que nasce lhe convida para escrevera sequência da sua história, a certeza é que ontem não será igual ao hoje, mas produzira o amadurecimento necessário aceitar os resultados, que pode ser positivo ou não.


Mas, o importante é estarmos preparadospara novos enfretamentos, que pode mudar ao que fomos ontem, dando-nos sabedoria, nos mostrando as melhores opções e oportunidades, e ao absolver esse crescimento pessoal, fará com que tenhamos força para continuar firmando novos projetos de vida, porque o futuro está a espera dos vitoriosos, pois são estes que transformam a vida e o mundo.

Economista Wilson Carlos Fuáh – É Especialista emRecursos Humanos e Relações Sociais e Políticas.
Fale com o Autor: wilsonfua@gmail.com


Mais de Wilson Carlos Fuá