CEO da Warner renuncia após investigação de comportamento sexual inapropriado

IG Gente | 18/03/2019 15:30:04

Kevin Tsujihara divulgou comunicado sobre seu desligamento da empresa; a declaração foi corroborada pela WarnerMedia, empresa patrona do estúdio

Kevin Tsujihara, presidente-executivo da Warner Bros, renunciou a seu cargo nesta segunda-feira (18) após uma investigação de sua relação com Charlotte Kirk ganhar repercussão. Entre as informações que surgiram durante a investigação é que Kevin utlizava de sua influência para ajudar a atriz a conseguir testes e papéis em filmes em Hollywood.

Em um comunicado, Kevin Tsujihara disse:" Percebi que minha liderança pode ser uma distração e um obstáculo para o sucesso contínuo da empresa". Em acréscimo, a Warner Bros, matriz da WarnerMedia, declarou que a empresa divulgará uma equipe interina de liderança nesta terça-feira (19).

"É do interesse da WarnerMedia e dos nossos funcionários e parceiros que Kevin renuncie ao cargo de presidente e CEO", escreveu John Stankey, CEO da WarnerMedia.

“Kevin contribuiu muito para o sucesso do estúdio nos últimos 25 anos e, por isso, agradecemos a ele. Kevin também reconhece que seus erros são inconsistentes com as expectativas de liderança da empresa e que isso pode afetar a capacidade de a mesma executar projetos no futuro ”.

A WarnerMedia também reforçou que a investigação sobre acusações de conduta sexual inapropriada contra Tsujihara continuarão, agora com a cooperação dele. Em um memorando para os funcionários, John Stankey também prometeu tentar evitar a interrupção de atividades durante a mudança de liderança.

A queda de Tsujihara aconteceu depois que o siteThe Hollywood Reporter publicou um longo relato sobre o suposto caso extraconjugal entre ele, que é casado, e a atriz britânica Charlotte Kirk. Tsujihara foi acusado de usar seu poder como chefe de estúdio para ajudá-la a ser contratada por produtores em projetos afiliados ao estúdio que trabalhava.

Em declaração ao  portal Daily Mail, Kirk alegou que não foi uma vítima de forma alguma e que o relacionamento foi consensual. “Fico triste apenas pois acabou mal”, disse a atriz britânica sobre a relação com o CEO da Warner Bros.

Fonte: IG Gente