Datena fala sobre morte de Ricardo Boechat: "momento triste para jornalismo"

IG Gente | 11/02/2019 13:50:04

Apresentador fez pronunciamento sobre a morte do âncora do "Jornal da Band"; Datena prestou homenagem e demonstrou sentimentos à família

Na tarde desta segunda-feira (11), Ricardo Boechat, de 66 anos, morreu em uma queda de helicóptero, na Rodovia Anhanguera, em São Paulo.  A informação foi confirmada pelo próprio Grupo Bandeirantes em um pronunciamento ao vivo com José Luiz Datena.

"É com profundo pesar desses quase 50 anos de jornalismo, cabe a mim informar a vocês que o jornalista Ricardo Boechat, pai de família, companheiro, o maior âncora do jornalismo da TV brasileira, morreu hoje em um acidente de helicóptero no Rodoanel em São Paulo".

Segundo o Corpo de Bombeiros, o helicóptero caiu na alça de acesso do Rodoanel para a Rodovia Anhanguera, na zona oeste de São Paulo. O piloto e o copiloto da aeronave morreram carbonizados.

Durante o comunicado, Datena ainda esclareceu que Boechat voltava de Campinas, a 99 km de São Paulo, e ia em direção ao heliponto da emissora. "Jamais pensei que eu iria dar essa informação", comentou. "É um momento muito triste para o jornalismo brasileiro, para a família Band, o mais triste da minha carreira".

O âncora do “Jornal da Band” foi à Campinas participar de palestras, após sua participação na Band Rio Fm. No entanto, a aeronave Bell PT HPG não chegou ao seu destino, a sede da TV Bandeirantes em São Paulo.

Em comunicado à emissora, a jornalista Mônica Bérgamo alegou estar “em estado de choque”. Em seguida, ela falou da relação com o colega de profissão: “há anos falo com ele pelas manhãs”.

Ricardo Boechat tem um extenso currículo, tendo passado por diversos jornais como O Globo, O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil. Atualmente, ele era âncora de dois programas: um na rádio BandNews FM e outro na televisão. O jornalista já ganhou três prêmios Esso de jornalismo.

Fonte: IG Gente