Aos 19 anos, Luis Suárez teve contratação negada por Andrade no Flamengo

iG Esporte | 24/06/2019 15:05:45

O atacante uruguaio faz sua primeira partida no estádio do Maracanã nesta segunda-feira (24), contra o Chile, pela Copa América

Em meio às estrelas que estarão em campo no duelo entre Chile e Uruguai, nesta segunda-feira (24) no Maracanã, uma delas possui ligação curiosa com o mítico estádio. Luis Suárez jogará pela primeira vez lá. E, se o Uruguai não chegar à decisão da Copa América, talvez seja a única. Uma história que poderia ter sido diferente. Não fosse o já famoso “não” que ele recebeu do Flamengo, com apenas 19 anos.

A história já levou muitos torcedores ao desespero. Em 2006, Andrade, então olheiro do Flamengo, foi ao Uruguai observar jogadores do Nacional. Entre eles, Suárez. Após dois jogos, não gostou do que viu. À época, disse que ele não era melhor do que os atacantes da base rubro-negra, como Fabiano Oliveira.

"Ele não deu um chute ao gol. Numa das tentativas, quase acertou a bandeirinha de escanteio", contou Andrade.

O uruguaio, como se sabe, virou um dos principais astros do futebol mundial. Fabiano Oliveira não se firmou no Flamengo, que chegou a emprestá-lo para outros clubes. Em dezembro, foi anunciado pelo Vilhenense para a disputa do Campeonato Rondoniense. Já Andrade passou a ser ironizado pela decisão.

"As pessoas falam sem saber o que houve", disse o ex-técnico, referindo-se a uma declaração dada por Luciano Silva, ex-goleiro que atuou com o uruguaio no Groningen, da Holanda, em 2007

Por anos, o ídolo rubro-negro aturou as piadas sobre a recusa a Suárez. Até que, no último mês de maio, em entrevista ao canal “ESPN Brasil”, Luciano Silva revelou uma confidência feita pelo atacante: ao tomar conhecimento da presença de Andrade nas duas partidas, ficou nervoso e saiu-se muito mal em campo.

A revelação foi recebida como uma espécie de redenção para Andrade. O técnico campeão brasileiro de 2009 pelo próprio Flamengo fez questão de enviar a entrevista por um aplicativo de mensagens e pediu à reportagem que ajudasse a divulgá-la.

"Esse depoimento explica tudo. Ele estava nervoso, sabe que não foi bem. Diante disso, o que queria que eu fizesse? Fiz a coisa correta. Tenho consciência disso", concluiu Andrade sobre o 'não' para Suárez.