Caso Daniel: jogador teria se envolvido em confusão no fim da festa

Da Redação | 19/04/2019 13:05:05

Segundo segurança da boate onde Allana Brittes comemorou aniversário, atleta importunou menina e foi empurrado

REPRODUÇÃO/SÃOPAULOFC

Segundo um segurança da boate na qual Allana Brittes celebrou seus 18 anos, o jogador Daniel teria se envolvido em uma confusão no fim da festa.

O profissional afirmou que Daniel teria mexido com uma garota e, por conta disso, amigos dela teriam tirado satisfação com o rapaz. Um deles chegou a empurrá-lo. As câmeras do estabelecimento registaram o momento:


Minutos após o incidente, Daniel deixou o local junto com outros convidados da festa. Essas são as últimas imagens conhecidas do jogador com vida.

Daniel foi morto nas primeiras horas da manhã de 27 de outubro. Edison Brittes, pai de Alanna, confessou ter matado o jogador na casa da família, onde se seguiram as comemorações pelo aniversário de Allana.

Segundo Edison, ele agiu para defender a mulher Cristiana Brittes, que acusa Daniel de tentativa de estupro. O jogador foi espancado, levado no porta-malas do carro de Edison até um lugar afastado e degolado, além de ter o pênis decepado.

Jornalista: Da Redação