MATOGROSSENSE

Dirigente dom-bosquino garante presença no clássico de sábado

Redação 24 Horas News/Olhar Esportivo | 08/02/2018 21:33:18

Paulo Emílio afirma que Dom Bosco não vai abandonar o estadual 'por respeito ao torcedor'

Arquivo

Desde que voltou às atividades no futebol profissional, no segundo semestre de 2014, o Clube Esportivo Dom Bosco vive seu momento mais delicado. Garantido na Copa do Brasil até o final do mês passado, o Azulão da Colina já havia recebido metade dos R$500 mil que lhe seriam de direito.

A derrota no STJD para o União de Rondonópolis virou frustração também dentro de campo, com a perda da vaga no maior mata-mata do país numa decisão por pênaltis cruel para o Azulão, que teve a bola do jogo em duas oportunidades.

“O Dom Bosco pensa sim em abandonar o Campeonato Mato-grossense”, sentenciou um dos diretores de futebol, Marco Antônio, na terça-feira (6). A declaração agitou ainda mais os bastidores do Leão da Colina.

À reportagem do Olhar Esportivo, outro dirigente do Azulão, Paulo Emílio, ressaltou que o torcedor do Dom Bosco pode ficar tranquilo que o time entrará em campo diante do Mixto, neste sábado, às 16h, na Arena Pantanal.

“A declaração foi dada num momento de cabeça quente e é totalmente compreensível, mas estamos conversando com os jogadores e vamos atrás de novos apoiadores. A situação ficou muito delicada (financeiramente), mas faremos o possível para honrar com os compromissos. Não nego que deu vontade, mas as consequências de uma desistência não valem a pena”, lamentou Paulo.

Para Paulo Emílio, a grande culpa por tudo não é do União, mas sim da FMF.

“Estamos muito tristes com a FMF, acho que éramos felizes e não sabíamos. A Federação existe para ajudar todos seus filiados, mas parece que privilegiam dois e gostam que os outros briguem entre si. Estou esperando marcarem a nova final entre Cuiabá e União”, ironizou o dirigente.

Dom Bosco e Mixto fazem o clássico vovô com ambos na parte de baixo da tabela. Em caso de vitória do Alvinegro, o Tigre colocará o Leão na zona de rebaixamento.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News