Em negociação com a TV Globo, Palmeiras tem "voto de confiança" dos jogadores

Lance | 15/05/2019 08:05:22

Clube alviverde ainda não se resolveu com a emissora sobre os seus jogos do Brasileirão para TV aberta e PPV

A falta de acordo entre Palmeiras e Rede Globo para jogos do clube no Campeonato Brasileiro não deixou apenas torcedores sem ver, até o momento, duas partidas do clube na competição. Parentes e amigos de jogadores também estão "no escuro". Mas o discurso é de confiança no presidente Maurício Galiotte, que vem tocando as negociações com a emissora.

"Não tem jeito, né? Não tem como ver. Eles (parentes e amigos) têm ouvido pela TV Palmeiras. É uma coisa nova, e não cabe a nós palpitar. O presidente do Palmeiras sabe o que faz e o que é melhor para o Palmeiras e para nós. É dar esse voto de confiança para ele e as coisas vão se resolver", disse o lateral-esquerdo Diogo Barbosa.

Por enquanto, tudo indica que palmeirenses, parentes e amigos dos atletas seguirão acompanhando a maioria dos jogos do time no Brasileiro pelo rádio ou transmissões sem imagem ao vivo da partida feitas pela TV Palmeiras. Houve um recente encontro de Galiotte com representantes da emissora carioca, mas sem nenhum avanço.

A conversa não foi além de um bate-papo, durante poucos minutos, na última segunda-feira, enquanto o presidente esteve no Paraguai para acompanhar o sorteio das oitavas de final da Libertadores. O encontro sequer foi considerado uma tratativa oficial entre as duas partes. Mesmo que fosse, não seria útil para nenhum dos lados, já que não houve nem esboço de acordo.

O Palmeiras exige da Rede Globo valores similares aos pagos a Corinthians e Flamengo, e comemora os números de suas transmissões nas redes sociais, considerados úteis como prova à Globo da visibilidade do clube. Uma arma do Verdão é o dinheiro que a emissora e as operadoras têm perdido com o cancelamento de assinaturas no pay per view, além das ações do Procon exigindo desconto nas mensalidades pela ausências de jogos do Brasileiro.

A emissora só tem exibido compromissos do clube ao vivo em duelos por Libertadores (apesar de que os dois jogos das oitavas de final, contra o Godoy Cruz, serão exclusivos da Fox Sports) e Copa do Brasil, graças a contratos fechados paralelamente. A Rede Globo, contudo, decidiu que transmitirá por pay per view a partida entre Palmeiras e Sampaio Corrêa, no dia 30, pela Copa do Brasil, no Allianz Parque. Uma forma de atrair palmeirenses que abriram mão de seus planos diante da ausência dos jogos do clube pelo Brasileiro.

O Palmeiras acertou com a Turner, que detém o Esporte Interativo e a TNT, canal que transmite as partidas do time contra outras equipes parceiras do grupo (Santos, Inter, Athlético-PR, Fortaleza, Bahia e Ceará) - o acordo vale para jogos do clube pelo Brasileiro entre 2019 e 2024. Da Turner, o Verdão recebeu R$ 100 milhões - metade paga no fim do mandato de Paulo Nobre, e outra no início da gestão de Maurício Galiotte, em 2017.

O impasse na transmissão ocorre porque, dentro do que estabelece a Lei Pelé, o jogo só pode ser transmitido na televisão com a anuência dos dois clubes. Como o Palmeiras só vendeu seus direitos de transmissão à Turner, o torcedor que não for ao estádio tem de acompanhar a partida pelo rádio ou por meio da narração da TV Palmeiras, sem imagem do que ocorre no campo.