É DECISÃO

Favorito, Flamengo disputa neste sábado o título da Libertadores

Jornalista Jonas Jozino | 23/11/2019 07:02:25

Campeão em 1981, o Rubro-Negro passou sem sustos pelo Grêmio nas semifinais, mesmo empatando por 1 a 1 na ida. Isso porque goleou por 5 a 0 na volta, no Maracanã.

 

Jogando o melhor futebol do Brasil no momento, sem perder desde agosto e com seus jogadores em grande fase. Esse é o Flamengo que tenta escrever um dos capítulos mais bonitos de sua história neste sábado, quando encara o River Plate a partir das 16h, no Estádio Monumental, em Lima, no Peru, na grande decisão da Copa Libertadores.

Campeão em 1981, o Rubro-Negro passou sem sustos pelo Grêmio nas semifinais, mesmo empatando por 1 a 1 na ida. Isso porque goleou por 5 a 0 na volta, no Maracanã.

A tarefa dos cariocas será muito complicada, pois terá pela frente o atual campeão e um dos times mais regulares dos últimos meses. O River Plate eliminou o Boca Juniors nas semifinais, no Superclássico da Argentina. Ganhou por 2 a 0 em casa e foi derrotado por 1 a 0 como visitante.

O fato de ter o atual campeão pela frente ligou o sinal de alerta nos comandados de Jorge Jesus.

“Estamos indo para uma decisão em que os dois times chegam com cinquenta por cento de chances de ser campeão. Ali em campo vai ser cinquenta a cinquenta. Ambos passaram por grandes dificuldades para chegarem a esta final e chegaram com grande merecimento. Justamente por conta disso que sabemos que vamos ter muitos problemas para conseguirmos impor o nosso estilo e garantir o troféu”, afirmou o goleiro Diego Alves.

A torcida rubro-negra, porém, ignora a força do adversário e está em clima de festa. A ida da delegação até o aeroporto foi histórica e o número de brasileiros no Peru, com ingresso para a final é enorme. Nem mesmo a mudança do palco do jogo, retirado do Chile por conta da crise política do país, intimidou os flamenguistas. Porém, os jogadores sabem que não podem se deixar levar pelo clima de euforia.

“Nós gostamos muito da festa que os torcedores fazem, mas sabemos que se tivermos uma festa ela será apenas depois do jogo. Temos uma caminhada muito dura nesta decisão e sabemos que não vai ser fácil – disse o experiente lateral-esquerdo Filipe Luís.

O respeito entre os times é recíproco. O treinador do River Plate, Marcelo Gallardo, sabe a qualidade do rival que terá pela frente.

“Vamos enfrentar um time muito poderoso, com jogadores de alto nível e com um treinador que chegou para revolucionar o clube. É um adversário qualificado. Porém, também temos os nossos pontos fortes”, disse Gallardo.

Em termos de escalação, o Flamengo não tem problemas e vai repetir o time que todos os torcedores já conhecem.

Pelo lado argentino, Marcelo Gallardo só vai divulgar a escalação minutos antes do confronto e tem procurado confundir os jornalistas nos treinos abertos. Há quem diga que ele pode adotar um esquema com três zagueiros, porém, deve manter a base que atuou na semifinal. O volante Enzo Pérez, recuperado de dores no ombro direito, confirmou escalação.

Caso a partida deste sábado termine empatada no tempo regulamentar, acontecerá uma prorrogação de trinta minutos. Persistindo a igualdade no tempo extra, o campeão será conhecido nas cobranças de pênaltis. O vitorioso se garante no Mundial de Clubes, que acontecerá em dezembro.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO X RIVER PLATE
Local: Estádio Monumental, em Lima (Peru)
Data: 23 de novembro de 2019 (Sábado)
Horário: 17h (de Mato Grosso)
Árbitro: Roberto Tobar (Chile)
Assistentes: Christian Schiemann (Chile) e Claudio Rios (Chile)

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Mari e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, De Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol
Técnico: Jorge Jesus

RIVER PLATE: Franco Armani, Gonzalo Montiel, Martínez Quarta, Javier Pinola e Milton Casco; Enzo Pérez, Nacho Fernández, Exequiel Palacios e De la Cruz; Rafael Borré e Matías Suárez
Técnico: Marcelo Gallardo