FUTURO PERDIDO

Jogador é preso por estuprar e matar enteado

Extra | 10/05/2018 16:04:49

No entanto, a partir da autópsia realizada na quarta-feira por ordem judicial confirmou-se que a criança foi violada inúmeras vezes e sofreu espancamentos.

Foto: Reprodução

O jogador do clube argentino Atlético Defensores de Belgrano, Gonzalo "Chino" Aguirre, foi preso na manhã dessa quinta-feira em Grand Bourg, a 36 km de Buenos Aires, acusado de ter estuprado e espancado até a morte seu enteado de 5 anos.

De acordo com fontes do caso, a mãe do bebê, Evelyn Brites, disse aos médicos que o menino, chamado Santino, caiu no chuveiro enquanto tomava banho, segundo o o jornal "Clarín".

No entanto, a partir da autópsia realizada na quarta-feira por ordem judicial confirmou-se que a criança foi violada inúmeras vezes e sofreu espancamentos.

Os investigadores suspeitavam de Aguirre, namorado de Evelyn. Com as suspeitas, um representante do Ministério Público pediu ao juiz o mandado de prisão do jogador, de 22 anos, e padrasto do menor.

No momento da prisão, Aguirre estava indo ao velório da criança, mas, diante das provas contra ele, confessou o crime à polícia. Porém, a declaração não tem validade legal. O jogador será levado ainda nessa quinta-feira, para ser interrogado no gabinete do promotor do caso.

O clube Atlético Defensores de Belgrano, que vai jogar nessa quinta-feira uma partida pela semifinal do torneio da série B Metropolitana contra Tristán Suárez, ainda não se manifestou sobre a prisão do jogador.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News