Jogador recebe troféu de artilheiro ainda com etiqueta de preço e fica frustrado

| 22/07/2017 08:10:03

Aristide Bancé usou as redes sociais para demonstrar seu descontentamento com o descaso da organização do Campeonato Marfinense

Aristide Bancé, jogador marfinense, exibe a etiqueta de preço do seu troféu de artilheiro
Reprodução / Instagram
Aristide Bancé, jogador marfinense, exibe a etiqueta de preço do seu troféu de artilheiro

A Costa do Marfim tem suas competições profissionais de futebol, mas demonstrou um amadorismo imenso nesta semana. O atacante Aristide Bancé, jogador do ASEC Mimosas, foi o grande artilheiro do Campeonato Marfinense e recebeu o troféu pelo seu feito, mas ficou bastante frustrado por um motivo: os organizadores esqueceram de retirar a etiqueta de preço do objeto.

Assim que viu a gafe cometida pela federação local, o jogador usou suas redes sociais para expressar todo seu descontentamento. O troféu custou 24.900 francos marfinenses, o equivalente a 37 euros (ou aproximadamente R$ 135).

"Teria dado mais valor a um prêmio com palavras do que a uma chuteira de ouro desse jeito. Os que me ofereceram o troféu nem tiveram a preocupação em retirar a etiqueta de preço que, lamentavelmente, dizia que ele tinha custado 24.900 francos marfinenses", escreveu Bancé em sua página oficial do Facebook.

No mesmo texto, o atacante de 32 anos de idade disse ainda que "o troféu da chuteira não era de ouro, nem sequer de alumínio".

Rodado pelo mundo

Aristide Bancé já atuou em ligas europeias, nasceu na Costa do Marfim e joga por Burkina Faso
Divulgação
Aristide Bancé já atuou em ligas europeias, nasceu na Costa do Marfim e joga por Burkina Faso

Apesar de ter nascido na cidade de Abidjan, na Costa do Marfim, Bancé decidiu defender as cores da seleção de Burkina Faso, pátria de seus pais. Depois de ser revelado nos campos marfinenses, ele rodou pelo mundo e atuou em grandes ligas europeias: jogou em Mainz, Augsburg e Fortuna Düsseldorf, todos na Alemanha, Helsinki, da Finlândia, Samsunspor, da Turquia, Metallurg Donetsk, da Ucrânia, e Lokeren, da Bélgica.

Pelo ASEC Mimosas, o jogador atuou em 26 partidas pelo Campeonato Marfinense, anotando 13 gols. Além da artilharia da competição, Bancé levou a equipe ao título nacional pela 25ª vez em toda história - depois de brilhar na sua terra natal, o atacante acertou com o Al-Masry, do Egito, onde vai atuar até o fim de 2017.