Maradona muda patamar na carreira e se torna presidente de clube europeu

| 16/05/2018 08:30:03

Em abril, o ex-jogador argentino deixou de ser treinador do Al-Fujairah, time da segunda divisão dos Emirados Árabes Unidos

Maradona assinou para ser presidente do Dínamo Brest, clube de Belarus
Instagram
Maradona assinou para ser presidente do Dínamo Brest, clube de Belarus

O ex-jogador argentino Diego Maradona surpreendeu ao anunciar que será o novo presidente do Dínamo Brest , clube tradicional de Belarus, país da Europa que era conhecido como Bielorrússia. Assim, ele deixa de lado a carreira de técnico e inicia uma nova fase como dirigente e mandatário.

Maradona ficará responsável por todas as decisões do futebol do clube e celebrou em seu Instagram. "Assinei o contrato e sou o presidente do clube Dinamo Brest. Obrigado pela confiança e por pensarem em mim", escreveu "El Pibe"

Numa mensagem no Twitter, o seu advogado e agente, Matías Morla, também se manifestou: "Feliz por ter acordado com o Dinamo Brest a nomeação de Diego Maradona como presidente do clube e responsável por todo o futebol, um novo desafio que Diego enfrentará como fez sempre na sua vida".

O ex-jogador argentino, campeão do mundo em 1986 com a sua seleção, deverá assumir funções depois a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, onde vai trabalhar como comentarista de TV.

No mês de abril deste ano, ele deixou de ser treinador do Al-Fujairah, da segunda divisão dos Emirados Árabes Unidos, depois não conseguir classificar a equipe à primeira divisão do futebol no país.

A carreira de Dieguito e o Dínamo 

Como treinador, Maradona comando o Deportivo Mandiyú (1994) e o Racing Club (1995), ambos na Argentina, o Al-Wasl (2011-2012), dos Emirados Árabes Unidos, e a seleção da Argentina (2008-2010), da qual saiu depois da eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010.

O Dínamo Brest, clube fundado em 1960 com outro nome, Spartak Brest, foi o quarto colocado do Campeonato Belarrusso na temporada passada e disputou a segunda pré-eliminatória da Liga Europa, mas foi eliminado.

A missão de Maradona é levar o clube ao inédito título da liga nacional. A melhor colocação na história foi o terceiro lugar, em 1992. Além disso, o Dínamo Brest tem duas conquistas da Copa de Belarus (2007 e 2017) e uma Supercopa de Belarus, neste ano de 2018.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News