Venda de Militão para o Real Madrid renderá um bom dinheiro para o São Paulo

Ig Esportes | 14/03/2019 09:00:04

Dono de 10% dos direitos econômicos de Éder Militão, o tricolor paulista ainda tem direito a 3,5% do valor da venda por ter revelado o jogador

O Real Madrid acertou nesta quarta-feira (13) a contratação do lateral-direito e zagueiro Éder Militão junto ao Porto por cerca de 50 milhões de euros (R$ 215 milhões), e a negociação vai render uma boa grana para o São Paulo.

O tricolor é detentor de 10% dos direitos econômicos de Éder Militão, e de acordo com a cláusula de solidariedade da FIFA, tem direito a mais 3,5% do valor da venda. O clube paulista deve receber aproximadamente R$ 29 milhões.

A quantia deve salvar os planos do São Paulo, que por falta de dinheiro para investir, não planejava mais atuar no mercado. Com a chegada de Cuca, e a necessidade de reformular o elenco, o tricolor deve voltar a negociar com possíveis reforços.

Jogadores como o volanteTchê Tchê, do Dínamo de Kiev, da Ucrânia, e os atacantes Keno, do Pyramids, do Egito, e Roger Guedes, do Shandong Luneng, da China, foram consultados e descartados devido aos altos valores envolvidos. As negociações agora ganham uma esperança de serem viabilizadas.

Um dos grandes destaques do Porto, Éder Militão não chamou atenção apenas dos grandes clubes da Europa como o Real Madrid. O técnico Tite convocou o jogador para os amistosos da Seleção Brasileira contra Panamá e República Tcheca neste mês de março. A estreia do jovem com a camisa amarela foi em setembro, em amistoso contra El Salvador.