CASA EM MARTE

Engenheiros criam método para fabricar tijolos com o solo de Marte

Jornalista Jonas Jozino | 27/04/2017 12:13:25

Técnica simples não envolve forno nem processos químicos complexos. Óxido de ferro do solo marciano atua como liga. Nasa tem planos de explorar Marte na década de 2030.

Graças a uma técnica desenvolvida por pesquisadores da Universidade da Califórnia em San Diego, o projeto de explorar Marte está mais perto de se tornar possível. Uma equipe liderada pelo professor de engenharia Yu Qiao conseguiu fazer tijolos com o solo marciano utilizando recursos muito simples. O novo método foi descrito na revista "Scientific Reports" nesta quinta-feira (27).


"As pessoas que irão para Marte serão incrivelmente corajosas. Serão pioneiras. E eu ficaria honrado em fazer seus tijolos", disse Qiao. O método desenvolvido pelos pesquisadores consiste em colocar um solo que simula o marciano em um tubo flexível de borracha e, em seguida, submeter essa terra a uma pressão forte o suficiente. Para fazer uma pequena amostra, por exemplo, a pressão necessária é equivalente a derrubar um martelo de 4,5 kg de uma altura de um metro.


O método levou à produção de pequenos discos de 2,5 cm de espessura que podem ser cortados em formato de tijolo. Não é necessário usar um forno nem acrescentar aditivos químicos. Segundo os pesquisadores, o óxido de ferro, que dá ao solo marciano sua cor vermelha característica, age como uma liga. O próximo passo é conseguir aumentar o tamanho dos tijolos produzidos.A descoberta é importante no contexto em que a Nasa tem planos de levar o homem para Marte na década de 2030. Recentemente, o presidente americano, Donald Trump, assinou uma lei que definiu o objetivo central da Nasa para as próximas décadas: missões tripula