TUDO ARMADO

Polícia prende jovem que planejou roubo de R$ 50 mil na casa da avó da mulher

Redetv | 27/05/2017 09:35:57

O suspeito, André Luiz Pinto, 21 anos, planejou e convidou outros dois bandidos para roubar a casa da avó de sua companheira.

Foto: Ilustração

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), da Polícia Judiciária Civil, prendeu o mentor do roubo de R$ 50 mil, ocorrido em uma residência na tarde de quinta-feira (25), no bairro Jardim Potiguar, em Várzea Grande. O suspeito, André Luiz Pinto, 21 anos, planejou e convidou outros dois bandidos para roubar a casa da avó de sua companheira.

Acionada, a Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande iniciou as apurações chegando ao suspeito, que foi preso nesta sexta-feira (26), em poder R$ 2.300. Ele foi indiciado por roubo qualificado e associação criminosa. Seus dois comparsas já estão identificados.

Em interrogatório, o jovem afirmou estar desempregado e que vem se sustentando de bicos de eletricista. No entanto, confessou que planejou o roubo na casa da avó da mulher que convive há 2 anos, por acreditar que o filho da idosa de 64 anos tinha dinheiro guardado em casa. Ele também se justificou estar com muitas dívidas e que o assalto "foi um momento de fraqueza e desespero".

O preso contou que os bandidos passaram a vigiar a casa desde o começo da semana, esperando o melhor momento para executar o assalto, que ocorreu na quinta-feira, quando estavam na casa André Luiz Pinto, a mulher e sua avó. O suspeito disse que deixou o portão aberto para facilitar a entrada dos comparsas, que invadiram o imóvel armados.

No dia do roubo, a vítima declarou a Polícia Civil que havia pedido para André comprar uma correia para sua máquina, e que estranhou o fato dele estar demorando. Ao retornar, André deixou o portão aberto. Em seguida, os dois comparsas entraram com armas de fogo em mãos. Eles renderam a idosa, que foi amarradas e trancada em um quarto.  

"As investigações prosseguem até a prisão de todos os criminosos desse roubo", afirmou a delegada, Elaine Fernandes da Silva.