BALAS TROCADAS

Policiais do Gefron matam bandido em troca de tiros em acampamento clandestino

Da Redação | 13/03/2018 13:17:29

Batista, segundo policiais do Grupamento Especial de Fronteira (Gefron) estava armado com uma pistola calibre Nove Milímetros (9mm), tentou fugir de um acampamento clandestino, mas antes, atirou contra os policiais, que revidaram e o atingiram

Foto: Divulgação

BANDIDO MORTO – Eram quatro bandidos, um identificado como Batista Francisco de Oliveira, que morreu em uma unidade de saúde; Mauro Gomes, de 52 anos, Juliane Ferreira de Almeida, de 35 anos, dois que foram presos, e um quarto que fugiu, mas já restaria identificado.

Batista, segundo policiais do Grupamento Especial de Fronteira (Gefron) estava armado com uma pistola calibre Nove Milímetros (9mm), tentou fugir de um acampamento clandestino, mas antes, atirou contra os policiais, que revidaram e o atingiram.

A refrega entre policiais do Gefron e bandidos, segundo a Polícia Militar (PM), aconteceu na tarde desta segunda-feira, 12, próximo à localidade da Ferrugem, no Distrito de Vila Cardoso, em Porto Esperidião (Oeste, a 420 quilômetros de Cuiabá).

Segundo da PM, quatro suspeitos estariam,  em uma região de mata, com um “acampamento” clandestino montado. Os supostos bandidos iriam praticar os crimes de tráfico de drogas, extração ilegal de madeiras e grilagem de terras.

O homem que conseguiu furar o cerco policial, segundo a PM, estaria armado com uma espingarda calibre 12. Os presos Mauro Gomes e Juliane Ferreira foram encaminhados para Delegacia de Fronteira (DEFRON).


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News