CUIABÁ MAIS SEGURA

Prefeitura de Cuiabá cria projeto para auxiliar na segurança de Cuiabá

Jornalista Jonas Jozino | 27/04/2017 11:45:23

Para o gestor municipal, a parceria é crucial para garantir a sensação de segurança na população cuiabana. “Não existe a menor possibilidade de uma gestão – que pretende avançar no atendimento à população e deseja entregar respostas concretas à sociedade – atuar isoladament

 

O prefeito Emanuel Pinheiro cumpriu mais uma promessa de campanha ao instituir o Programa Jornada Voluntária, nesta quarta-feira (26), para auxiliar na segurança pública da cidade. A ação está sendo viabilizada por meio de um Termo de Cooperação Técnica, firmado entre o município e a Secretaria de Segurança Pública do Estado, que garantirá o policiamento ostensivo e preventivo realizado inicialmente por 50 policiais militares em pontos estratégicos do município.

Para o gestor municipal, a parceria é crucial para garantir a sensação de segurança na população cuiabana. “Não existe a menor possibilidade de uma gestão – que pretende avançar no atendimento à população e deseja entregar respostas concretas à sociedade – atuar isoladamente. É necessário que Prefeitura e Estado se unam, trabalhando em sincronia e harmonia, priorizando as necessidades da nossa gente. Por sermos uma Capital, naturalmente nos tornamos os alvos prediletos da marginalidade e das ondas de violência, mas quando os poderes públicos se posicionam conjuntamente, problemas desse porte conseguem ser combatidos com maior destreza, nos permitindo progredir na valorização da vida e do bem-estar do cidadão”, revelou Pinheiro.

Para o secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, a nova iniciativa traz eficiência para o sistema de segurança pública, levando a atividade preventiva em pontos necessários. Segundo o titular da pasta estadual, a metodologia empregada na Capital com a Jornada Voluntária é imprescindível, além de ser o processo mais adequado e ajustado para a ampliação da proteção do cidadão cuiabano.

“A proposta é tão frutífera que nós estamos replicando esse modelo de excelência em outras localidades de Mato Grosso, como em municípios da região do Araguaia e do médio norte do Estado. E nós agradecemos ao prefeito e sua gestão pela confiança e por sua credibilidade em se dispor a trazer o que é melhor para o povo cuiabano. É um honra muito grande firmar essa parceria e nosso desejo é ampliá-la, levando tranquilidade e proteção a outros locais, para que as pessoas se sintam verdadeiramente servidas pelo poder público e para que vejam o quanto estamos efetivamente preocupados com sua qualidade de vida como cidadãos dessa terra”, pontuou.

Em funcionamento desde o início do mês de abril, a nova proposta conta com policiais militares realizando o policiamento fixo nos postos de saúde e parques municipais, além de rondas nas unidades de ensino de Cuiabá. Para o secretário municipal de Ordem Pública, Leovaldo Salles, o trabalho é mais uma comprovação efetiva do cuidado particular da gestão com a vida do munícipe.

“Este programa é reflexo da humanização no atendimento ao cidadão. Quando nos dispomos a conhecer a realidade das comunidades percorrendo as ruas da cidade e constatamos suas necessidades, somos capazes de desenvolver ações e medidas capazes de redefinir a vida em sociedade. A Jornada Voluntária tem este princípio: transformar a vida do contribuinte, permitindo que ele se sinta seguro e confortável para aproveitar os espaços públicos da terra para qual ele tanto contribui diariamente. A presença da Polícia Militar garante a movimentação noturna de espaços como os parques municipais, além de permitir que a convivência comunitária seja cada vez mais palpável e sadia”, concluiu.

Além dos pontos já contemplados pelo projeto, a Prefeitura avalia a possibilidade de realizar escalas específicas para as operações fiscais realizadas pela pasta municipal de Ordem Pública. O alvo do prefeito Emanuel Pinheiro é também expandir o número de policiais nas ruas para 160.

Com jornadas de trabalho que abrangem no máximo 6 horas por dia, os salários pagos aos policiais pela Prefeitura variam entre R$ 20 e R$ 28 por hora trabalhada. Os valores pagos correspondem ao grau de graduação do profissional.