Proprietária falecida recebe balões como homenagem ao se recusar a vender casa em centro comercial

| 06/08/2017 20:05:07

Edith Macefiel, de 86 anos, foi aclamada como heroína em sua cidade após...

Edith Macefiel, de 86 anos, foi aclamada como heroína em sua cidade após recusar vender sua casa a empreendedores imobiliários norte-americanos. Eles haviam oferecido R$ 2,5 milhões pelo imóvel.

A mulher que morreu de câncer deixou a casa a um amigo em testamento. O imóvel estava em ruínas e pouco após sua morte foi vendido a uma empresa, a qual prometeu mantê-lo intacto.

Apesar disso, os compradores não conseguiram obter um financiamento para recuperar a casa, e aguardam a ajuda de uma empresa de investimentos para não terem que demolir a residência.

Proprietária falecida recebe balões como homenagem ao se recusar a vender casa

A senhora Macefild, de 86 anos, recusou a oferta de dois milhões e meio de reais para abandonar a casa.

“Depois de testemunhar o enorme interesse da população pela casa, queremos nos certificar de que o legado de Edith Macefield vai sobreviver. Nós não sabemos o que vai acontecer com a casa, mas nós podemos e vamos fazer com que ela seja estabelecida onde as pessoas possam prestar homenagens”, divulgou em nota os atuais proprietários.


177

Macefield era uma mulher bastante conhecida. Ela falava vários idiomas e teve carreira como uma espiã na Segunda Guerra Mundial, que incluiu escapar de campos de concentração nazistas.

1777

177777

17777

Fonte: Mirror