VOLTA AO TCE

Quatro conselheiros afastados do TCE-MT podem retornar aos seus cargos

Redação 24 Horas News | 11/02/2019 09:51:49

As investigações feitas até agora foram inócuas, não encontrando provas que incriminassem os quatros conselheiros, que foram acusados pelo ex-governador Silval Barbosa de receberem propinas.

Depois de dois anos afastado dos cargos de conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, quatro dos seis conselheiros podem voltar aos seus cargos ainda neste mês de fevereiro.

Antonio Joaquim, que era presidente do órgão na ocasião da decisão do Supremo Tribunal Federal – STF – de afastar todos os conselheiros suspeitos de fraudes e corrupção, Valdir Teis, José Carlos Novelli e Valter Albano estão perto de reassumirem os cargos. A decisão deve ser anunciada pelo Superior Tribunal de Justiça.

Os quatro foram afastados, em 2017, por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, sob a acusação de receberem propina do Governo Silval de cerca de R$ 50 milhões.

As investigações feitas até agora foram inócuas, não encontrando provas que incriminassem os quatros conselheiros, que foram acusados pelo ex-governador Silval Barbosa de receberem propinas.