NOVOS FILIADOS

Solidariedade recebe novos filiados em evento que teve a presença do governador Pedro Taques

Redação 24 Horas News | 13/03/2018 14:15:26

Em evento realizado no Hotel Fazenda Mato Grosso, o deputado estadual Leonardo Albuquerque, foi um dos primeiro a assinar a nova ficha de filiação, quando aproveitou para afirma que vai estar na base aliada do governador.

O Partido Solidariedade ganhou notoriedade nesta terça-feira ao promover as filiações de membros do governo Pedro Taques (PSDB) e do deputado estadual Leonarque Albuquerque, que deixou o PSD e vai continuar na base aliada do governador. O secretário de Educação, Marco Marrfon (PPS) esteve na solenidade e confirmou que deve disputar uma vaga na Câmara Federal.

Em evento realizado no Hotel Fazenda Mato Grosso, o deputado estadual Leonardo Albuquerque, foi um dos primeiro a assinar a nova ficha de filiação, quando aproveitou para afirma que vai estar na base aliada do governador.

Ele confirmou que vai disputar uma cadeira para a Câmara Federal, sendo o único do partido nesta disputa. Assim ele fará dobradinha com os 40 candidatos a deputado estadual que a legenda projeta lançar, garantindo votação em todas as regiões de Mato Grosso.

“Estou aderindo a um pojeto coletivo por Mato Grosso e pelo Brasil para levarmos todas as demandas da população à Câmara dos Deputados. Me identifiquei com as posições do Solidariedade em defesa do trabalhador, da previdência, do meio ambiente e saúde. Venho para somar, crescer e ajudar o Solidariedade. Venho para ser soldado e estou pronto para qualquer desafio. Queremos o melhor projeto para Mato Grosso”, garantiu Leonardo durante o ato de filiação.

O governador Pedro Taques (PSDB) esteve presente ao evento com outros integrantes do primeiro escalão prestigiaram o ato político do Solidariedade. Entre eles, os secretários de Cidades Wilson Santos (PSDB), de Educação Marco Marrafon (PPS) e da Casa Civil Max Russi (PSB)


Da equipe que atualmente integra o Governo Pedro Taques, se filiaram ao Solidariedade o secretário estadual de Cultura, Kleber Lima, e o presidente do Intermat, Cândido Teles. O secretário estadual de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários, Suelme Evangelista, não estava presente no ato político, mas também foi anunciado como novo integrante da legenda.

Os três devem disputar vagas na Assembleia. Kleber era filiado ao PCdoB enquanto Cândido estava no DEM. Já Suelme, que deixou o PSB, chegou a acertar adesão ao PPS e acabou se acertando com o Solidariedade.

Na oportunidade, o prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio reafirmou a aproximação e a simpatia do Solidariedade pelo governador. Além disso, elenca os benefícios que a gestão levou para Rondonópolis como aumento do número de UTIs de 20 para 71, além dos salto dos investimentos na Santa Casa de R$ 20 milhões para R$ 40 milhões.

“Se dúvida há muitos avanços no Governo Pedro Taques. O país está em crise, mas entre os estados em crise, Mato Grosso está entre os que estão em melhor situação. O momento é atípico, mas acredito que está avançando, fez muitas obras. Existem outros pré candidatos que merecem nosso respeito. Para a decisão final, vamos levar em conta a visão trabalhista, a defesa dos mais humildes e dos movimento populares que é marca do Solidariedade”, afirmou Pátio.

Já Paulinho da Força destacou a boa relação do Solidariedade com Taques. No entanto, transfere a responsabilidade de decidir se apóia ou não a reeleição do tucano para Pátio e Leonardo.

“Nacionalmente, o Solidariedade não interfere em eleições estaduais. Será decisão do Zé do Pátio e do Leonardo. Temos grande relação com o governador Pedro Taques, mas temos conversas com outros partidos. A decisão do diretório estadual. A direção nacional não tem costume de intervir nos estados. Não tem interferência mesmo que as decisões causem problemas em âmbito nacional”, pontuou o presidente nacional.

Pátio afirma que o projeto do Solidariedade é eleger um deputado federal e três deputados estaduais, podendo brigar pela quarta vaga. Destaca o crescimento do partido que em quatro anos e cinco meses conquistou 15 mil filiados e agora conta com dois deputados estaduais, quatro prefeitos, um vice-prefeito e cerca de 80 vereadores.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News